Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \04\UTC 2011

Visto

Eu tinha passaporte e visto válido para os EUA até março e maio de 2011, na respectiva ordem. Então, programei uma viagem para fevereiro de 2012, ou seja, estaria sem visto. Dessa forma, entrei no sítio da policia federal, agendei meu novo passaporte, que agora é azulzinho! hehehe Esse agendamento foi em junho/2011 e só consegui vaga para o início de agosto. Lembro que para agendar o visto, é necessário o número do seu passaporte, e que NÃO existe renovação de passaporte, ou seja, é gerado um novo documento, com um novo número. Assim sendo, esperei estar com o passaporte em mãos para agendar meu visto.

  • Diferença de tirar esse passaporte e ter tirado o antigo: antigamente, você deveria levar a foto para a sede da policia federal, e lá você tirava o passaporte. Dessa vez, fui encaminhada para o “na hora” da rodoviária, e a foto é tirada na hora.

Dessa forma, na segunda semana de agosto, eu já estava com meu novo passaporte – até que gostei da foto, ahaha. Em posse (e por ser estudante de direito, estava na posse e na propriedade kkkk piadinha nerd) dos números, abri o site do visto americano e fui fazer o formulário. São 917297 perguntas, ahahaha, brincadeira, mas são bastantes. Eles querem saber absolutamente tudo sobre a sua vida, mas eu até entendo, tendo em vista que é um país visado pra crimes e pessoas que resolvem “crescer” na vida LÁ.

Ok. Você paga uma taxa de 38 reais, e agenda o visto. Marquei no meio de agosto e consegui para o início de novembro. Esperei quieta por esse momento, quase ninguém sabia que meu visto estava marcado. Nessa semana eu praticamente enlouqueci, isso porque fiquei com medo do meu visto ser negado – imagina, toda a minha viagem paga e eu ter o visto negado? Deus me livre. Terça e quarta dessa semana eu não dormi direito, tendo inúmeros pesadelos achando que meu visto seria negado. Juntei todos os documentos possíveis, e pronto, não tinha mais nada que eu pudesse fazer.

Então, quinta feira, dia 03/11/2011 lá fui eu para a embaixada americana, seguindo meu pai porque não quis me arriscar a ir sozinha e me perder. Assim sendo, meu pai me deixou lá e foi embora, ou seja, tive que aprender a voltar – mas isso NÃO vem ao caso. Comecei muito bem, lá tem umas placas, e eu com minha ótima localização, consegui entrar na fila errada, e quando eu vi, a certa estava ENORME.  Isto posto, eu ia demorar ainda mais para sair de lá. Mas Deus colocou um casal simpático ao meu lado, que me deram “traseirinha“.

  • Quando pequena, eu me referia a “frentinha”, para quem deixava eu entrar na frente dele na fila, e traseirinha para quem o fazia deixando eu entrar atrás dele na fila.

Ótimo. Separei meus documentos (formulário DS160, foto 5×7 e passaportes – isso porque tenho mais de um, e tinha no anterior um visto americano). Por isso, no meu documento a atendente colocou destacado: RENEW, em português, renovação. Entrei na embaixada, sem NENHUM eletrônico, aviso logo para que os desavisados não tentem levar seus tablets, notebooks, celulares, sei lá mais o que…

Lá dentro parecia uma feira de tanta gente que tinha, mas impressionantemente era organizado. Desculpa, mas aquilo, daquela forma aqui no Brasil sem ser na embaixada já estaria tendo gritos de pessoas estressadas e nervosas, barracos, etc. E todos se portavam da melhor forma possível – interesse atrás disso? Não terem seus vistos negados. Peguei a fila do Citibank, pois optei por deixar o pagamento para fazer lá. Alerto novamente os desavisados que o pagamento é feito APENAS em espécie (cash, dinheiro, dindin…) e eu só me dei bem em relação a isso porque minha MÃE me alertou um dia antes, me possibilitando de sacar o valor. Lembro que para os não preguiçosos – o que não é meu caso, existe a possibilidade de efetuar o pagamento em qualquer agência do CB, conforme instruções no próprio site do visto. (SÓ TEM CB NA EMBAIXADA DE BRASILIA)

Depois de pagar quase R$ 270 reais, eu iria pegar a fila para pegar uma senha e ser atendida nos guichês, o primeiro para recolhimento das impressões digitais. Mas como ia dizendo, eu ia ficar lá no final da fila, mas o casal que me deixou entrar atrás deles, novamente me salvaram! Obrigada MESMO. Então logo peguei minha senha. Fui me sentar e arrumar meus documentos a serem apresentados. Em uns 20 minutos fui chamada para o recolhimento das digitais, e em seguida, fui direcionada para um setor onde as digitais já haviam sido colhidas. Em 5 minutos fui chamada para comparecer ao guichê específico, tendo em vista que o meu era RENOVAÇÃO.

O atendente era extremamente simpático, e ele começou a entrevista em português – no que ele consegue, eu diria que parece demais um “espanhol”. No momento que eu disse que estava indo fazer um curso já que estava perdendo minha fluência, ele me perguntou já em inglês se eu sabia me comunicar em inglês, e após minha confirmação, o resto da entrevista fora em inglês. Ao término da entrevista, que foi bem rápida, ele me informou que meu visto havia sido APROVADO.

Momento de felicidade é pouco, me deu um alívio tão grande que eu acredito fielmente que ele tenha notado. Então fui até o setor de devolução de passaporte, tendo em vista que atualmente eles não mais entregam os passaportes na embaixada, uma semana seguinte. Mas sim, remetem os documentos por SEDEX! Nesse momento você paga mais R$ 20,00 para a remessa do passaporte. Agora? É só esperar chegar. Graças a deus!

Gasto total para tirar o visto: 328 reais.
Anúncios

Read Full Post »